Núcleo de Pesquisa Hannah Arendt

 
     
 

O Núcleo de Pesquisa Hannah Arendt, o qual é vinculado à Universidade Federal do Piauí, se caracteriza por congregar professores e alunos para desenvolver estudos e pesquisas voltadas para a reflexão crítica acerca das estruturas fundantes de nossas vivências políticas, procurando relacionar os fenômenos concretos de fundação, manutenção e perecimento de corpos políticos com os apontamentos de teóricos que procuraram lançar luz sobre essa temática, a exemplo de Hannah Arendt, e de autores que esta autora dialoga, tais como Aristóteles, Cícero, Maquiavel, Jaspers, Husserl e Heidegger, bem como autores que, de maneira velada ou explícita, se aproximam das temáticas abordadas por Arendt, como Michel Foucault e Giorgio Agamben.

Grupo de Pesquisa

PARTICIPANTES

    Newton Bignotto de Souza

Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1980), mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1984), doutoradopela Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales (1989), pós-doutorado pela Université Paris Diderot (1997), pós-doutorado pela Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (2005) e pós-doutorado pela Universidade de São Paulo (2013). Atualmente é Pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Membro de corpo editorial da Phronesis (PUCCAMP), Membro de corpo editorial do Arquivo Maaravi. Revista digital de Estudos Judaicos, Membro de corpo editorial da Dois Pontos (UFPR), Membro de corpo editorial da Lua Nova (Impresso), Revisor de periódico da Kriterion (UFMG. Impresso) e Membro de corpo editorial da Cadernos de Ética e Filosofia Política (USP). Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em História da Filosofia. Atuando principalmente nos seguintes temas:Republicanismo, Maquiavel, Liberdade, Fundação.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2985735807480873

 

    Helton Machado Adverse

Doutor em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2003), atualmente é professor associado do Departamento de Filosofia da mesma universidade. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Filosofia Política Moderna e do Renascimento e História da Filosofia. Mais recentemente, tem realizado pesquisas sobre autores modernos e contemporâneos como Maquiavel, Hobbes, Rousseau, Foucault e Hannah Arendt.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3325441375860351

 

    Eduardo Jardim de Moraes

Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1972), mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1976) e doutorado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1983). Foi professor do Departamento de Filosofia e do Departamento de Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, até 2012. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em História da Filosofia, atuando principalmente nos seguintes temas: filosofia contemporânea, filosofia política, estética, pensamento brasileiro.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0017593428884692

 

   Elivanda de Oliveira Silva

Doutoranda em Filosofia pela UFMG. Mestre em Filosofia pela Universidade Federal do Ceará e graduada em Filosofia (licenciatura) também pela mesma Universidade. Foi Professora de Filosofia do Departamento de Fundamentos da Educação (UFPI) no período 2016-2017. É organizadora do livro Hannah Arendt: pensamento, revolução e poder. Realiza pesquisa na área de Filosofia Política Contemporânea, com ênfase no pensamento político-filosófico de Hannah Arendt, Ângela Davis, Nancy Fraser, Giorgio Agamben e Michel Foucault, atuando principalmente nos seguintes temas: Política e Direito, Política e Economia, Republicanismo, Filosofia Feminista, Violência e Biopolítica.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0291342560543215

 

  Fábio Abreu dos Passos

Doutor em Filosofia Política pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente é Professor do Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Piauí - UFPI. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Filosofia Política, atuando principalmente nos temas relacionados à Filosofia Política Contemporânea, a partir dos seguintes autores: Hannah Arendt, Michel Foucault e Giorgio Agamben.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5666709774218066

 

   João Batista Farias Junior

Aluno de doutorado em Filosofia na Universidade Federal de Goiás. Licenciado em Filosofia pela Universidade Federal do Piauí. Mestre em Filosofia pelo Programa de Pós-graduação em Ética e Epistemologia da Universidade Federal do Piauí. Desenvolve atualmente pesquisa no campo da ética contemporânea, mais especificamente a ética de Hans Jonas, bem como sobre o pensamento político de Hannah Arendt. Professor de filosofia do Instituto Federal do Piauí.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2782458992927378

 

 

   Talita Marques de Matos Morais

Possui graduação em Direito pelo Instituto de Ciências Jurídicas e Sociais Professor Camillo Filho(2016). Tem experiência na área de Direito.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6525149093395603

 

   Maria de Jesus dos Santos

Doutoranda em Filosofia da Educação (USP-UFPI), Mestre em Filosofia (UFPI). Possui graduação em Filosofia e Teologia pela Universidade Federal do Piauí (2004), é especialista em Teoria do Conhecimento(2008) pela mesma instituição. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em filosofia da ciência e filosofia da educação. É membro participante do NUPHA - Núcleo de Pesquisa Hannah Arendt e, membro participante do NEFI- Núcleo do Ensino de Filosofia. É professora efetiva da Universidade Federal do Piauí atuando no Departamento de Fundamentos da Educação.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3726346205353421

 

   Suzana Oliveira de Almeida

Mestranda em Filosofia Prática na Universidade Federal do Piauí - UFPI. Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Hannah Arendt - NUPHA (UFPI). Possui graduação em Filosofia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA (2017). Membro do Grupo de Estudos em Política, Educação e Ética - GEPEDE (UVA). Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Filosofia Política.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1137638982130110

 

   Cláudia Bhrenna Falcão Castro

Mestranda pelo Programa de Pós-graduação em Filosofia (UFPI), onde investiga o tema da responsabilidade e as implicações éticas-políticas na filosofia de Hannah Arendt, vislumbrando a possibilidade da construção de uma moralidade política e de responsabilidade que ascende do nível pessoal para o coletivo. Especializou-se em Ensino de Filosofia no Ensino Médio. Licenciada em Filosofia pela Universidade Federal do Piauí. Foi bolsista do Programa de Educação Tutorial - PET/Filosofia. Participa do Núcleo de Pesquisa em Republicanismo e Democracia. Áreas de interesse: Ética, Filosofia Política, Filosofia & Literatura, Ensino de Filosofia.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1888558890684017